Por Pastor Ivo Costa


É o Espírito Santo  que conduz ao crente, mas o diabo é quem o induz a tentação


O Espírito Santo habita no homem a partir do momento em que ele entrega sua vida para Jesus. Desta forma o homem passa a ser direcionado por Deus, e através do Espírito Santo é que o homem toma suas decisões. No entanto o crente precisa ter discernimento para compreender a voz do Espírito Santo. 


Nesta passagem bíblica, observamos que o Espírito Santo conduz Jesus ao deserto, com a intenção que lá no deserto Jesus fosse tentado, mas porque o Espírito Santo fez tal ação?

O que observamos aqui são atos simbólicos, porém é bom deixar claro que realmente Jesus foi impelido para o deserto e realmente ele foi tentado pelo diabo. Contudo neste evento é um símbolo do que aconteceu lá no Jardim do Éden.


Adão é considerado pela Bíblia como o primeiro homem e Jesus é considerado como o segundo Adão. O primeiro Adão foi tentado no jardim e foi derrotado, porém o segundo Adão (Jesus) foi tentado no deserto e foi vitorioso. Jesus acabou de ser batizado no rio Jordão por João Batista, e desceu o Espírito Santo em forma corpórea de uma pomba e uma voz vinda do céu que dizia: Este é meu Filho amado a qual me comprazo. Logo em seguida Jesus é levado pelo Espírito Santo ao deserto para simbolizar a queda do homem no Éden e para provar que era sim, possível para o homem vencer a tentação, e é possível sim para nós vencermos a tentação.



Ninguém, sendo tentado, diga: De Deus sou tentado; porque Deus não pode ser tentado pelo mal, e a ninguém tenta.

Tiago 1:13


É bom deixar claro o que a palavra de Deus nos ensina. Sabemos que Deus em momento algum tentará ao homem com o intuito de fazê-lo pecar; essa função é do diabo, é o diabo que a todo momento se encontra ao nosso derredor procurando a quem consiga tragar. Todavia a palavra de Deus também nos ensina que a cada um de nós é tentado segundo aos seus desejos pecaminosos. 


Mas cada um é tentado, quando atraído e engodado pela sua própria concupiscência.

Tiago 1:14



Toda tentação pode ser vencida. Todos já passamos, estamos passando, ou passaremos por diversas tentações. Ser tentado não é pecado o pecado está em ceder a tentação. Até mesmo o Senhor Jesus não foi isento da tentação. Notamos que Deus só teve um Filho que não conheceu o pecado, porém nunca teve um filho que foi isento da tentação, contudo quando fores tentado lembre-se disso:


Não vos sobreveio tentação alguma que ultrapassasse as forças humanas. Deus é fiel: não permitirá que sejais tentados além das vossas forças, mas com a tentação ele vos dará os meios de suportá-la e sairdes dela.

1 Coríntios 10:13



Quando Deus nos permite passar pelas tentações, não é com o propósito de sermos reprovados por ela, mas pelo contrário é com o propósito de sermos aprovados, e para mostrar para o mundo que é possível viver uma vida em santidade com Cristo. 


Bem-aventurado o homem que sofre a tentação; porque, quando for provado, receberá a coroa da vida, a qual o Senhor tem prometido aos que o amam.

Tiago 1:12



O jejum uma arma eficaz para vencer a carne e o pecado


Durante todo o período de sua tentação, Jesus jejuou. Todo cristão precisa constantemente alimentar o espírito; para que isso aconteça é necessário mortificar a carne. Sabemos que há uma guerra tremenda entre a carne e o espírito, pois o espírito procura se ocupa com as coisas espirituais e de como agradar a Deus, porém a carne se ocupa com as coisas materiais de como suprir as suas necessidades físicas. É bom deixar claro que o cristão precisa ter equilíbrio na vida cristã, pois precisamos nos ocupar com as coisas espirituais, porém ainda estamos vivendo na carne e necessitamos das coisas espirituais, somente no arrebatamento é que esta questão será resolvida de uma vez por todas.


Eis que vos digo um mistério: Nem todos dormiremos, mas todos seremos mudados,

num momento, num abrir e fechar de olhos, ao som da última trombeta. A trombeta soará, os mortos serão ressuscitados incorruptíveis, e nós seremos mudados.

Pois é necessário que este corpo corruptível se revista da incorruptibilidade, e que este corpo mortal se revista da imortalidade.

Mas quando este corpo corruptível se revestir da incorruptibilidade, e este corpo mortal se revestir da imortalidade, então se cumprirá a palavra que está escrita: Tragada foi a morte na vitória.

1 Coríntios 15:51-54



Constantemente precisamos vigiar e orar, se possível acompanhado de JEJUM, porque o pecado enfraquece a carne para que ela ceda ao pecado, contudo o jejum enfraquece a carne para resistir o diabo e não cair na tentação do pecado. 


Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; na verdade, o espírito está pronto, mas a carne é fraca.

Mateus 26:41



A sutileza do diabo


Por 40 dias e por 40 noites Jesus estava jejuando e depois teve fome. Observe que é exatamente neste momento que o diabo se aproveita desta deficiência para tentar Jesus. Embora Jesus sendo 100% Deus, ele também era 100% homem e como homem Jesus teve fome. O diabo tentou Jesus em sua natureza humana, e por sua vez Jesus venceu a tentação se utilizando de seu lado humano; ele não realizou nenhum milagre e não fez nada sobrenatural para vencer a tentação.


Nós temos que ter em mente que o diabo não vai atacar onde somos mais fortes, mas ele vai atacar onde demonstramos vulnerabilidade. Naquele momento em que Jesus teve fome ele estava fragilizado e necessitava ser saciado para recobrar as suas forças físicas, porém o mais importante naquele momento era resistir o diabo.


 

Sujeitai-vos, pois, a Deus, resisti ao diabo, e ele fugirá de vós.

Tiago 4:7



Constantemente somos confrontados pelo diabo


Veio uma voz do céu que dizia: “ Este é meu Filho amado em quem me comprazo”. Agora o diabo diz para Jesus: “Se tu és o Filho de Deus, manda que estas pedras se tornem em pães.”


Alguns tempos atrás esta mesma história se repetiram algumas vezes. Lembra do profeta Daniel, quando os homens perceberam que não tinha nada que pudessem acusar Daniel, eles então tiveram uma brilhante idéia, eles então, disseram: “Vamos pegar Daniel em sua fidelidade com Deus”, foi aí que eles inventaram uma lei em que num espaço de 30  dias ninguém poderia fazer alguma petição para algum deus, ou para algum homem senão unicamente para o rei. Naquele momento acredito que Daniel foi confrontado pelo diabo para não orar ao Senhor.


Algo parecido aconteceu com os amigos de Daniel. O rei fez uma lei que ao som dos instrumentos musicais todos deveriam prostrar-se  diante de sua imagem, porém ao ser confrontados pelo rei, eles responderam: “O nosso Deus vai nos livrar de sua mão, mas se Ele não quiser nos livrar, saiba que nós não prostaremos de sua imagem”. O final já sabemos como Deus com mão forte os livrou, não somente os livrou, mas entrou com eles na fornalha.


Outro caso foi o de Jó. Depois que Jó perdeu seus bens, sua saúde e seus filhos, sua mulher não tendo a mesma maturidade de J, disse:” Ainda reténs a tua sinceridade com Deus; amaldiçoa o teu Deus, e morre.” Qualquer um na pele de Jó se sentiria tentado com esta oferta, porém Jó, respondeu: “Deus me deu, Deus tomou, bendito seja o nome do Senhor.”


Em nossa vida cristã constantemente o diabo estará de alguma forma nos confrontando para tentar nos tirar do nosso foco de servir ao Senhor, porém é preciso resistir até ao fim  e permanecermos fiéis ao Senhor.


A palavra de Deus é vida 


Ao confrontar Jesus e induzi-los a transformar a pedra em pão, a intenção do diabo era fazer com que a natureza divina de Jesus fosse revelada naquele momento, porém se tal coisa acontecesse, eu e você poderia dizer que Jesus só resistiu a tentação, porque ele se utilizou de sua natureza divina, e isso seria para mim e para você um pretexto, para não se esforçar, para vencer as tentações, porque nós diríamos: “Jesus venceu porque ele é Deus e nós não vencemos porque somos humanos”, porém diz a palavra de Deus; que Jesus se esvaziou de sua glória


Que, sendo em forma de Deus, não teve por usurpação ser igual a Deus,

Mas esvaziou-se a si mesmo, tomando a forma de servo, fazendo-se semelhante aos homens;

E, achado na forma de homem, humilhou-se a si mesmo, sendo obediente até à morte, e morte de cruz.

Filipenses 2:6-8



Para contra atacar com o diabo, Jesus utilizou-se da palavra de Deus., e disse: “Nem só de pão viverá o homem, mas de toda a palavra que sai da boca de Deus. Com isso nós compreendemos que precisamos conhecer e praticar a palavra de Deus, pois através da palavra de Deus é que foram criados os céus e a terra, foi pela palavra de Deus que nos foi acrescentado a fé, é pela palavra de Deus que nós fomos libertos, e pela palavra de Deus que seremos salvos, é pela palavra de Deus que aguardamos a promessa do Pai em que Jesus virá, para buscar o povo seu,  fiel e de boas obras. 


O céu e a terra passarão, mas as minhas palavras jamais passarão".

Mateus 24:35



O diabo não desiste


Depois desta resposta de Jesus o diabo poderia bater em retirada, porém o diabo não desistiu e desta vez é o diabo que transporta Jesus, e o leva até a cidade santa, e os leva até ao pináculo do templo e diz: “Se tu és o Filho de Deus, lança-te daqui abaixo; porque está escrito: Que aos seus anjos dará ordens a teu respeito, E tomar-te-ão nas mãos, Para que nunca tropeces com o teu pé em alguma pedra.”


O que nós vemos aqui é o diabo se utilizando da palavra de Deus, tirando a palavra de Deus do seu contexto original, para quem sabe convencer a Jesus ao erro. O diabo sabia que Jesus estava se utilizando da palavra de Deus e sutilmente o diabo se utiliza do Salmos 91.


“Porque aos seus anjos dará ordem a teu respeito, para te guardarem em todos os teus caminhos.

Eles te sustentarão nas suas mãos, para que não tropeces com o teu pé em pedra”. Salmos 91:11,12


O que nó observamos foi que o diabo se utilizou de meia verdade, isso o diabo fez porque nele não há verdade alguma, pois ele é o pai da mentira. Por isso precisamos pedir discernimento para Deus, para não sermos enganados pelo diabo.


Lembre-se não há contradição na palavra de Deus, foi o que Jesus provou para o diabo. Jesus disse: Também está escrito: Não tentarás o Senhor teu Deus.


Tem coisas que acontece em nossa vida em que Deus não tem nada a ver com o resultado. Se Jesus se lançasse do pináculo do templo, ele não estaria cumprindo a palavra de Deus, mas estaria tentando ao Senhor Deus. 


Irmãos e leitores, Deus jamais vai deixar alguém confundido, Deus sempre cumpri com sua palavra, se ele te prometeu algo sua promessa vai se cumprir, porém se não foi Deus ele não tem a responsabilidade nas suas ações. Há um relato bíblico em que Deus enviou um profeta para pregar contra o altar que estava em Betel e deu ordens para o profeta: Não comerás pão nem beberás água; e não voltarás pelo caminho por onde vieste. Agora vem um profeta velho e fala para o profeta novo: Também eu sou profeta como tu, e um anjo me falou por ordem do Senhor, dizendo: Faze-o voltar contigo à tua casa, para que coma pão e beba água (porém mentiu-lhe).


O diabo jamais vai desistir de tentar te tirar da presença de Deus e muitas vezes ele agirá com astúcia, as vezes ele vai soprar algo em seus ouvidos, em outras ocasiões ele vai criar situações embaraçosas, em outras ocasiões ele vai se apresentar com uma falsa aparência te mostrando um caminho aparentemente bonito, mas será caminho de morte.


 Há um caminho que parece direito ao homem, mas o seu fim são os caminhos da morte.

Provérbios 16:25


A última tentativa do inimigo


Depois de tentar Jesus por 40 dias e de não alcançar êxito em suas tentativas, Satanás agora se utiliza de sua última tentativa para fazer com que Jesus não cumpra a sua missão. Como última investida ele leva Jesus ao um monte muito alto e apresenta as glórias deste mundo e as oferece, porém Jesus não se vendeu para suas ofertas e se manteve fiel.


Como homem Jesus foi tentado, mas foi aprovado por Deus. Desta forma o Senhor Jesus conhece a nossa estrutura e sabe que somos pó, ele conhece as nossas fraquezas, conhece as nossas tentações, e por causa disso é que ele pode nos ajudar a vencer todas as tentações e nos proporcionar o escape para não cairmos em tentação. Por isso o conselho da palavra de Deus é:


Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para que possais estar firmes contra as astutas ciladas do diabo.

(Efésios 6:11)